Repositorio - IFBA Campus Porto Seguro Dissertações
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ifba.edu.br/jspui/handle/123456789/200
metadata.dc.type: Dissertação
Título: Conhecimento etnobotânico na comunidade Divino Espírito Santo no Distrito de Vale Verde, Bahia, Nordeste do Brasil
Título(s) alternativo(s): Ethnobotanical knowledge in the Divino Espírito Santo community in the Vale Verde District, Bahia, Northeast Brazil
metadata.dc.creator: Passos, Louise Gomes
metadata.dc.contributor.advisor1: Costa, Jorge Antônio Silva
metadata.dc.contributor.referee1: Garcia, Ângela Maria
metadata.dc.contributor.referee2: Kffuri, Carolina Weber
metadata.dc.contributor.referee3: Novais, Jailson Santos de
metadata.dc.description.resumo: O conhecimento acumulado pelas comunidades tradicionais é fundamental para manter a diversidade biológica, assegurando a utilização e manejo racional dos recursos naturais. Assim, o presente trabalho teve como objetivo, fazer um levantamento por meio do conhecimento tradicional, através de uma perspectiva etnobotânica descritiva das espécies vegetais do território original da Mata Atlântica utilizadas em categorias distintas em uma comunidade tradicional do distrito do Vale Verde (BA). A primeira etapa do trabalho tratou do acesso ao conhecimento etnobotânico da população local. Para tanto, foram realizadas 13 visitas de campo incluindo 07 entrevistas realizadas com a comunidade no período entre abril/2018 e julho/2019. Foram utilizados métodos de pesquisa, como: observação participante, conversas informais, entrevistas semiestruturadas, bola de neve e turnê guiada. Gerou-se um banco de dados com informações obtidas nas entrevistas. A análise foi subsidiada através do programa Microsoft Office Excel® 2007, sendo realizada a estatística descritiva a partir da tabulação simples, distribuição de porcentagens, tabelas e figuras, o índice de valor de uso. As pessoas identificam e/ou usam mais de 80 espécies de plantas distribuídas em 09 categorias de uso: medicinal, ornamental, alimentício, construção/madeireiro, uso doméstico, repelente de inseto/inseticida, comercial, uso místico e cosmético. Foram identificadas 44 famílias botânicas, sendo a Lamiaceae a mais citada. A parte do vegetal que teve maior significância quanto à categoria de uso foi a folha, sendo utilizada na sua maioria, na medicina caseira. Em sua pluralidade, o local de aquisição de plantas para uso da população é através de quintais, totalizando 87%, seguido da Mata (9%). Discute-se como que os recursos naturais são utilizados e a implicação disso na conservação da Mata Atlântica. O conhecimento sobre a vegetação local e das plantas são adquiridos e passados através de pessoas mais velhas, bem como, pelas vivências diárias com o ambiente natural, refletindo no modo de vida da comunidade. A escolha das espécies pelos interlocutores da comunidade parece indicar o critério da facilidade no acesso às plantas utilizadas, uma vez que quase todas as espécies provêm dos quintais e não da mata. As pessoas escolhem as plantas devido aos seus múltiplos usos, pois a maioria das plantas utilizadas possui mais que uma forma de uso.
Resumo: The knowledge accumulated by traditional communities is fundamental for the maintenance of biological diversity, ensuring the use and rational management of natural resources. Thus, the present work aimed to make a survey through traditional knowledge, through a descriptive ethnobotanical perspective of plant species from the original territory of the Atlantic Forest used in different categories in a traditional community of the district of Vale Verde (BA). The first stage of the work dealt with the access to ethnobotanical knowledge of the local population. To this end, 13 field visits were carried out including 07 interviews with the community between April / 2018 and July / 2019. Research methods such as participant observation, informal conversations, semi-structured interviews, snowball and guided tour were used. The analysis was subsidized through the Microsoft Office Excel® 2007 program, being performed the descriptive statistics from simple tabulation, distribution of percentages, tables and figures. People identify and/or use more than 80 species of plants distributed into 09 usage categories: medicinal, ornamental, food, construction/woodworking, household use, insect repellent/insecticide, commercial, mystical use and cosmetic. Forty-four botanical families were identified, Lamiaceae being the most cited. The part of the vegetable that had the highest significance regarding the category of use was the leaf, being mostly used in home medicine. Mostly, the place of purchase of plants for use by the population is through backyards, totaling 87%, followed by forest (9%). It is discussed how natural resources are used and the implication of this in the conservation of the Atlantic Forest. The knowledge about the local vegetation and plants are acquired and passed through older people, as well as the daily experiences with the natural environment, reflecting in the way of life of the community. The choice of species by the informers of the community seems to indicate the criterion of ease in access to the plants used, since almost all species originate from the backyards and not from the forest. People choose plants due to their multiple uses, because most of the plants used have more than one form of use.
Palavras-chave: Mata atlântica
Atlantic forest
Etnobotânica.
Ethnobotany
Comunidade rural
Rural Community
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia
metadata.dc.publisher.initials: IFBA
metadata.dc.publisher.department: Programa Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias Ambientais (PPGCTA)
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Ciências e Tecnologias Ambientais (PPGCTA)
Citação: Passos, Louise Gomes. Conhecimento Etnobotânico na Comunidade Divino Espírito Santo no Distrito de Vale Verde, Bahia, Nordeste do Brasil. 2019. 81f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Tecnologias Ambientais) – Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Porto Seguro - BA, 2019.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifba.edu.br/jspui/handle/123456789/200
Data do documento: 31-Out-2019
Aparece nas coleções:Dissertações

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Louise Gomes Passos.pdfConhecimento etnobotânico na comunidade Divino Espírito Santo no Distrito de Vale Verde, Bahia, Nordeste do Brasil2.64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.